Apresentação do Programa de Pós-Graduação em Literatura Brasileira

O Programa de Pós-Graduação em Literatura Brasileira da Universidade de São Paulo pauta-se pela busca da excelência na formação de professores-pesquisadores especializados nos estudos literários. Desde sua criação em 1971, o Programa atua como um centro de referência em termos teóricos, pedagógicos e metodológicos em sua área de atuação. A longa tradição de docência e pesquisa, construída desde os primeiros professores do Programa, caracteriza-se pela investigação aprofundada e interdisciplinar do objeto literário. Além da produção no âmbito da análise e interpretação do objeto literário, o Programa volta-se para a formação de pesquisadores capacitados para o trabalho de organizar edições críticas e/ou anotadas de importantes escritores brasileiros.

O estudo especializado da literatura compreende desde o Brasil Colônia até a contemporaneidade, oferecendo um quadro de recortes temáticos diverso e interdisciplinar entrevisto por meio das muitas faces da crítica literária. O corpus principal de todos os projetos de pesquisa desenvolvidos no bojo do Programa está delimitado pela produção literária no Brasil, concentrando-se em textos produzidos no território luso-colonial dos séculos XVI ao XVIII e no contexto propriamente brasileiro do século XIX ao XXI.

O Programa conta com 4 linhas de pesquisa – A poesia no Brasil; A prosa no Brasil; Historiografia e Crítica Literárias; Literatura, as demais artes e outras áreas de conhecimento –, que se desdobram em projetos individuais e grupos de pesquisa abrangendo um vasto arco temporal, temático e metodológico. De 1971 a 2019 o Programa produziu 543 pesquisadores titulados: 303 mestres e 240 doutores. Em 2019, o corpo docente possui 27 docentes (21 permanentes e 06 colaboradores): 15 livre-docentes, 4 titulares (permanentes) e 18 pós-doutores. Neste site estão informações sobre as Linhas de Pesquisa, disciplinas oferecidas, processo de seleção, docentes que atuam na pós-graduação e notícias relativas ao funcionamento do Programa.

Foto histórica do PPGLB

Legenda: Antonio Candido, Alfredo Bosi, José Aderaldo Castello, José Miguel Wisnik, Décio de Almeida Prado [de pé]. Zenir Campos Reis, Flávio Aguiar, Roberto de Oliveira Brandão, Amauri Mário Tonucci Sanches, Antonio Dimas, Alcides Villaça [sentados]. Foto tirada ao final do concurso de efetivação para literatura brasileira, em dezembro de 1976, pela professora Lígia Chiappini Moraes Leite, com uma câmera Voitgländer alemã, dos anos 1950.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

 

Chamada de trabalhos: Revista Teresa nº 22

A Teresa - Revista de Literatura Brasileira, publicação do Programa de Pós-Graduação em Literatura Brasileira, anuncia abertura de submissão de trabalhos para o seu 22º número, dedicado ao poeta João Cabral de Melo Neto. Organizada pelos professores Ivan Francisco Marques (Universidade de São Paulo), Patrícia Lino (University of California) e Joana Matos Frias (Universidade do Porto), a submissões podem ser realizadas até o dia 31 de maio de 2020. Para mais informações, clique aqui.


 

Revista MAEL - nº 29 - Dossiê: Editar Machado de Assis

A revista Machado de Assis em Linha publicou sua 29ª edição, com o dossiê temático “Editar Machado de Assis”, dedicado ao conhecimento dos princípios, processos e práticas editoriais envolvidas na produção e publicação dos escritos de Machado de Assis em seu tempo de vida e na publicação póstuma de sua obra. Esta edição apresenta também entrevistas com John Gledson, João Roberto Faria, Valentim Facioli, Marta de Sena, José Américo Miranda, Irene Moutinho e Sílvia Eleutério. Para acessar a revista, clique aqui.


 

Lançamento: Teresa - Revista de Literatura Brasileira comemora vinte anos com homenagem a Otto Maria Carpeaux

É com orgulho que a Área de Literatura Brasileira anuncia o lançamento do vigésimo número da Teresa – Revista de Literatura Brasileira. A publicação, que neste ano comemora vinte anos de existência, apresenta um dossiê dedicado ao crítico Otto Maria Carpeaux, além de implementar um projeto gráfico novo, assinado pelo designer André Stefanini. Leia mais informações sobre o dossiê temático e sobra a Teresa nº 20, clicando aqui.


 

Lançamento: O sino e o relógio - antologia do conto romântico brasileiro, de Hélio Seixas de Guimarães e Vagner Camilo

Os professores Vagner Camilo e Hélio de Seixas Guimarães acabam de lançar O sino e o relógio – uma antologia do conto romântico brasileiro. Publicada pela Editora Carambaia, a obra é fruto de dez anos de pesquisa e traz contos de Franklin Távora, Fagundes Varela, Casimiro de Abreu, além de contos de autoria feminina, como Corina Coaracy, Escolástica P. de L, Nísia Floresta e Maria Firmina dos Reis. Por ocasião do lançamento da antologia, o Jornal da USP publicou uma matéria dedicada à obra, além de entrevistar o professor Vagner Camilo. Leia mais aqui.