Eventos do PPGLB

III Congresso Internacional de Literatura Brasileira COLIBRA

El Centro de Estudios Brasileños de la Universidad de Salamanca, con el apoyo de la Academia Brasileira de Letras (ABL), convoca, del 12 al 16 de diciembre de 2022, el III Congreso Internacional de Literatura Brasileña João Ubaldo Ribeiro, la ficción y la historia.
Nacido en el Estado de Bahía y afincado en Río de Janeiro desde los años 1990, João Ubaldo Ribeiro (1941-2014) vivió en Portugal, Alemania y Estados Unidos, lo que le llevó a ampliar el horizonte de su mirada. Fue columnista en diferentes periódicos brasileños y europeos, autor de cuentos en su juventud, de crónicas, ensayos y de algunas de las más importantes novelas brasileñas de todos los tiempos, entre ellas Setembro não tem sentido (1968), Sargento Getúlio (1971), O sorriso do lagarto (1989), A casa dos Budas ditosos (1999) y, sobre todo, Viva o povo brasileiro (1984), considerada por muchos su obra maestra.
Implicada política y socialmente con los desfavorecidos, la literatura de João Ubaldo traza la historia de Brasil y acrisola las distintas culturas que han configurado la idiosincrasia de ese país, desde la portuguesa a la africana, pasando por las numerosas manifestaciones autóctonas. De ahí que su obra contenga una compleja pluralidad de acentos y de tipos, a lo que se une la penetrante mirada histórica del escritor y su compromiso con la ficción, a la que sirve desde la crítica, la ironía y el sentido del humor. Amante y defensor de la lengua portuguesa, João Ubaldo la hizo brillar en sus trabajos, con los que consiguió los premios más prestigiosos y la satisfacción de contar con un nutrido número de lectores.
En esta edición, el Congreso hace una llamada a todos los estudiosos y lectores de su obra, aunque, como ha sucedido en las anteriores convocatorias, se aceptarán también trabajos que versen sobre literatura brasileña en general.
El Congreso es la evolución natural de las Jornadas Literarias que el CEB viene organizando anualmente desde 2009, siempre dedicadas a escritores clave de la literatura brasileña. En las salas del Palacio Maldonado se ha analizado la obra de autores importantes como Machado de Assis, Jorge Amado, João Guimarães Rosa, João Cabral de Mello Neto, Lygia Fagundes Telles, Manuel Bandeira o Ferreira Gullar. La primera edición del Congreso, celebrada en la Facultad de Filología de la USAL en 2018, estuvo dedicada a Nélida Piñon, Premio Príncipe de Asturias de las Letras (2005). La segunda edición, afectada ya por la pandemia, tuvo carácter virtual y se celebró entre abril y mayo de 2021 con el subtítulo de “Ana María Machado y el compromiso literario”.
Con el objetivo de facilitar la participación de los interesados y de velar por la seguridad de todos, la organización ha decidido que el Congreso vuelva a ser íntegramente online.


Vivências em Culturas e Línguas de Herança

Encontro do NuCLiH: vivências em culturas e línguas de herança. O Núcleo de Estudos de Culturas e Línguas de Herança agradece seu interesse em participar do I Encontro do NuCLiH: vivências em culturas e línguas de herança, que acontecerá nos dias 25 e 26 de outubroO objetivo é reunir estudantes, professores, pesquisadores, tradutores, imigrantes, descendentes e toda a comunidade interessada em experiências e estudos relacionados a língua, cozinha e cultura de herança.

Endereço: Av. Prof. Luciano Gualberto, 403 - Prédio de Letras – USP, sala 266

Link do site do evento

Link para a inscrição


Intervenção Crítica na Literatura no Presente: Colóquio em homenagem a Antonio Arnoni Prado

https://scontent-gru2-2.xx.fbcdn.net/v/t39.30808-6/312281573_566895331907798_2122375242362855048_n.jpg?stp=dst-jpg_s720x720&_nc_cat=106&ccb=1-7&_nc_sid=730e14&_nc_ohc=z4Zdq6GFicsAX_yrR2W&_nc_ht=scontent-gru2-2.xx&oh=00_AT8fQ-hnXylFiFsIRacv1689nlY3ikRht0QloBY08OsH9Q&oe=63546422

O Colóquio pergunta qual é o lugar das estratégias artísticas e dos sentidos figurados na literatura brasileira do presente em sua relação com o tempo histórico perpassado pela produção de mercadorias e pelo universo digital. No trabalho sem horário e tarefas fixas, o tempo se abre para o infinito, em um opressivo presente absoluto. Nos meios de comunicação, a banalização de cenas de ódio impregna a experiência, com a naturalização da barbárie. Perdemos profundidade e determinação histórica definida, em um vazio acentuado pela perda da memória em pedaços soltos da informação. O evento pretende debater como vozes literárias plurais figuram a experiência atual e encontram formas de criticá-la.

Colóquio em homenagem a Antonio Arnoni Prado, falecido em setembro de 2022.

Na programação: 
Prof. Dr. Paulo Martins, Diretor da FFLCH (abertura do evento)
Julián Fuks, mediação: Prof. Dr. Augusto Massi
Marília Garcia, mdeiação: Prof. Dr. Jefferson Agostini
Dinha (Maria Nilda de Carvalho Mota), mediação: Profa. Dra. Vima Lia de Rossi Martin
Haverá lançamento do livro "Horas, minutas y segundas".

Homenagem a Antonio Arnoni Prado
Profa. Dra. Vilma Arêas/Prof. Dr. Ricardo Carvalho

Encerramento com o violonista Conrado Paulino.

Link de inscrição


Colóquio Machado de Assis: tradução, edição e circulação internacional

O Colóquio Machado de Assis: tradução, edição e circulação internacional reúne na BBM, em 19 e 20 de outubro, tradutores e especialistas em tradução para discutir o processo de difusão internacional da obra de Machado de Assis.
A abertura do evento será feita por Flora Thomson-DeVeaux, responsável pela tradução das Memórias póstumas de Brás Cubas (The Posthumous Memoirs of Brás Cubas, Penguin Classics, 2020), cuja publicação teve grande repercussão nos Estados Unidos e no Brasil.
O encerramento será feito por Deborah Cohn (Indiana University Bloomington), autora do livro The Latin American Literary Boom and U.S. Nationalism during the Cold War, que desvenda as conexões entre a política e a geopolítica do pós-guerra com as traduções e a circulação de autores da América Latina nos Estados Unidos.
O evento inclui uma mesa-redonda com Andréia Guerini (UFSC), Cynthia Beatrice Costa (UFU) e Lenita Pisetta (USP), especialistas em estudos da tradução; uma discussão sobre o ensino de Machado de Assis em tradução, da qual participam Ana Cláudia Suriani Silva (University College, Londres) e Paulo Dutra (Universidade do Novo México); e os depoimentos de Jorge Uribe (Universidad EAFIT, Colômbia) e Paula Abramo (Sistema Nacional de Creadores de Arte, México), que recentemente traduziram para o espanhol Dom Casmurro e o conjunto dos contos de Machado de Assis.
Também serão apresentados os resultados preliminares do projeto Machado de Assis em inglês: tradução, edição e circulação transnacional, que conta com apoio de Auxílio Regular à Pesquisa, da FAPESP, coordenado por Hélio de Seixas Guimarães, com participação dos bolsistas Francisca Carolina Pires da Silva, Luiz Felipe de Azevedo Macedo e Vinícius Fernandes de Oliveira.

Link para inscrição


Ocupações: O escritor na USP - Conversa com a escritora Natalia Borges Polesso

https://scontent-gru2-2.xx.fbcdn.net/v/t39.30808-6/312202493_566894528574545_9082672809990259409_n.jpg?stp=dst-jpg_p526x296&_nc_cat=105&ccb=1-7&_nc_sid=730e14&_nc_ohc=w-7pFCmAv-gAX-nwHVN&_nc_oc=AQnBYQ302_8nG-EL-1vZ63Z0NBYMLQVc8Vf_FPCHbk9Hyldcd786rzicLf92JpOw08A&_nc_ht=scontent-gru2-2.xx&oh=00_AT-jjP5OlPIq26s9FVNB2YM3kNjSsS_XaTNjFUy80c0MsA&oe=6354FADB

Trata-se de uma série de encontros com autores contemporâneos e tem o objetivo de despertar o interesse dos alunos de graduação em Letras pela literatura, além de divulgar a produção literária de nomes importantes do cenário literário português e brasileiro atual.
A cada encontro, um escritor convidado participa de um bate-papo com mediação. Entre os temas abordados, a experiência como autor, a produção literária, o processo criativo, os desafios e aprendizados ao longo de suas trajetórias.
Nesta edição o Projeto Ocupações: o escritor na USP recebe Natalia Borges Polesso, autora de Amora (obra vencedora do Prêmio Jabuti, Prêmio Açorianos e Prêmio Associação Gaúcha de Escritores e finalista do Prêmio São Paulo de Literatura 2022) e Recortes para álbum de fotografia sem gente, para uma conversa. A mediação será de Penélope Salles.
Organizadores responsáveis:
Penélope E. A. Salles (Mestra em Letras - FFLCH-USP)
Antonio Rafael Marçal da Silva (Mestrando em Letras - FFLCH-USP)
Coordenação geral:
Profa. Dra. Fabiana Carelli (Professora Associada da FFLCH-USP)
Apoio: Editora Dublinense

Link para inscrição
Link para gravação no YouTube


Colóquio (Des)figurações do feminino na poesia contemporânea

https://scontent-gru1-1.xx.fbcdn.net/v/t39.30808-6/311564591_560688005861864_5920138526339362934_n.jpg?_nc_cat=110&ccb=1-7&_nc_sid=730e14&_nc_ohc=HXFMCFjAiXkAX9R2QCM&_nc_oc=AQmhZDP7WNmocY3XEgOi4eg11r6exnrpdR_8BBGZxQkOxGGqTD8r-ag4V7USVGMjP4I&_nc_ht=scontent-gru1-1.xx&oh=00_AT_VIGwoZ5mq3jqjEybDOfA6-fUkDi012PFOZkFYt4547g&oe=635590AE

Em 18 e 19 de Outubro, se dará no prédio do curso de Letras da Universidade de São Paulo o colóquio (Des)figurações do feminino na poesia contemporânea.

A mesa 1 do primeiro dia do colóquio será mediada por Viviana Bosi, na sala 160 do Edifício Antonio Candido. Contará com as palestras de Masé Lemos ("Poesia contemporânea na pista do feminino"), Paloma Vidal ("pensar/fazer: ferramentas barthesianas em três poetas contemporâneas") e Roberto Zular ("A mulher que trocou um útero por um punho. Os outros modelos de ser do signo em Angélica Freitas").

Mais tarde no primeiro dia, às 16h, Susana Scramin apresenta "A mulher, a poesia e a teoria literária", Paula Glenadel, por sua vez, "Mobilidades do feminino" e por fim, Viviana Bosi, "Casa e corpo: onde o lugar do feminino?". Todas as apresentações dessa mesa serão mediadas por Victoria Zanetti Largura.

No segundo dia, quarta-feira, 19 de Outubro, o colóquio se fecha ainda pela manhã, 8h30, na sala 132 do prédio de Letras. Viviana Bosi apresenta e media as falas de Renan Nuernberger ("O corpo que se faz canto - em Batendo pasto, de Maria Lúcia Alvim") , Paola Poma ("Figurações do não-amor em Adília Lopes e Margarida Vale de Gato") e Leonardo Gandolfi ("Florbela Espanca, modernismos").

Pode ser uma imagem de texto que diz "18 de outubro mesa 1.14h 1. 14h sala 160 letras USP mediação Viviana Bosi Masé Lemos Poesia contemporânea na pista do feminino Paloma Vidal pensar/fazer: ferramentas barthesianas em três poetas contemporâneas Roberto Zular A mulher que trocou um útero por um punho. Os outros modos de ser do signo em Angélica Freitas"Pode ser uma imagem de texto que diz "18 de outubro mesa 2. 16h sala 160 letras USP mediação Victoria Zanetti Largura Susana Scramin A mulher, a poesia e ea a teoria literária Paula Glenadel Mobilidades do feminino Viviana Bosi Casa e corpo: onde o lugar do feminino?"Pode ser uma imagem de texto que diz "19 de outubro mesa 1 8.30h sala 132 letras USP mediação Viviana Bosi Renan Nuernberger o corpo que se faz canto- em Batendo pasto, de Maria Lúcia Alvim Paola Poma Figurações do não-amor em Adília Lopes e Margarida Vale de Gato Leonardo Gandolfi Florbela Espanca, modernismos"